[CLICK HERE TO READ IN ENGLISH]

Querida Ana, eu decidi criar um artigo para responder a sua pergunta pois acredito que outros profissionais de coaching podem vir a se beneficiar desta informação, então aqui vai:

Pergunta:

“Oi Cris, o meu nome é Ana (nome modificado para manter a confidencialidade) e eu sou coach de vida para aliviar o stress. Recentemente, eu criei o meu website e eu estou muito envolvida nas mídias sociais, mas estou tendo problemas para conseguir clientes. Já que você já está estabelecida no negócio de coaching você se importaria de me dar alguns conselhos? Ficarei grata! Obrigada pela atenção e espero receber um retorno!”

A minha experiência:

Oi Ana, obrigada por entrar em contato!

11069609_10206665976468163_59659431246756870_nEu estou compartilhando abaixo do que funcionou e tem funcionado para mim, tirando por um momento o meu chapéu de coach com com a sua permissão para dar-lhe o meu conselho pessoal

  1. Recomendação de livro:

Quando eu comecei, eu tirei uma tonelada de informações boas do livro  The Prosperous Coach: Increase Income and Impact for You and Your Clients escrito por Rich Litvin e Steve Chandler.

Depois de ler este livro, você vai aprender que ser notada (mídias sociais, website, etc.) é importante, mas o que mais importa é a coach que você realmente é, vive, respira e expira perto de qualquer um que te rodeia. Ao fazer isto, os seus clientes ideais serão atraídos a  você, baseados no seu porquê e não no que você faz como trabalho.

Como você escutaria isto?

“Eu sou um coach de (nicho)”

E isto?

“Eu sou a luz de suavidade que ajuda as pessoas a superarem o stress para terem paz de espírito e fazerem o que elas realmente amam e desejam…

Viu o que estou dizendo? Com quem você gostaria de trabalhar?

2. Orgulhe-se das suas certificações:

Eu noto uma grande quantidade de pessoas que dizem ser “coaches” hoje em dia… A maioria destas pessoas não são coaches certificados e devidamente treinados, e tendo trabalhado como coach antes como um hobby e profissionalmente depois dos meus treinamentos, agora vejo a diferença. Dito isto, eu sempre recomendo que as pessoas trabalhem com um coach certificado, ou um coach estudando para se tornar um coach certificado, passando por um tipo de treinamento credenciado de certificação (coaches que normalmente oferecem preços mais baixos pois eles vão estar treinando com você). Para o credenciamento, eu recomendo verificar o site da ICF para encontrar cursos capacitadores que são aprovados. Se você é um coach credenciado, certifique-se de mencioná-lo sempre que tiver uma oportunidade. Estamos trabalhando com seres humanos, e a nossa profissão não é um jogo de tentativa e erro. Ser certificada demonstra o seu orgulho e a sua responsabilidade de saber o que você está fazendo. Você recebeu a certificação, use-a!

Hoje, eu sempre recomendo trabalhar com coaches certificados, pois vejo como nós seres humanos somos seres delicados, e um coach que não sabe o que está fazendo pode causar mais danos do que realmente ajudar. Eu tive um coach de negócios bem conhecido uma vez que arruinou a mais bela história da minha vida, mesmo sem perceber o que foi feito… Este é um exemplo perfeito de uma pessoa que é mentor de negócios e trabalha fornecendo orientação e consultoria como fosse um coach. Coaching é diferente, como você sabe… Depois da minha experiência, considero muito arriscado trabalhar com alguém que não está devidamente treinado e certificado.

3. Se você não tiver um coach, contrate um!

Eu dirijo um Mini Cooper, e adoro o carro… Ao levar o meu super Mini ao revendedor para uma revisão, escutei um dos vendedores comentando que eles são todos obrigados a terem um Mini. Quanto crédito que você me daria se eu estivesse te vendendo um Mini assim:

Vendedor: Olha, os Minis são incríveis!!! Você vai adorar o passeio suave, é um carro econômico, gasta pouco combustível, e é totalmente divertido…

Comprador: Ah, que legal!!! Há quanto tempo você tem o seu Mini?

Vendedor: Bem, eu tenho uma família grande e o Mini não é conveniente para mim, então eu tenho uma caminhonete. “MAS” se eu tivesse uma família menor, minha nossa, eu com certeza teria um Mini.

O autor Zig Ziglar já mencionava a importância de “possuir” o produto que você vende em seu livro best-seller Secrets of Closing the Sale (Capítulo 7):

Vendedores possuem o que eles vendem. Zig Ziglar  

4. Encontre o seu PORQUE:

Acho que o meu ponto principal aqui é Por que o serviço que você oferece é de alguma importância para o seu cliente ideal? O que o seu serviço vai fazer por ele? O que você tem, que irá inspirá-lo a se tornar uma pessoa melhor, ganhar mais dinheiro, ser mais feliz (resultados que você oferece)… Como em qualquer negócio, o foco é no cliente e nós, os coaches, temos o trabalho de capacitar e manter um espaço seguro para que o cliente possa brilhar!

Vá em frente e pergunte-se a famosa pergunta do “por que”… Por que você escolheu trabalhar como coach para aliviar o stress dos outros? O que sobre o seu nicho é tão importante para você? Qual é a história que te inspirou a dar o primeiro passo para realmente querer fazer este trabalho? Qual experiência e motivação suas irão me fazer sentir lá dentro que você é o coach certo para mim?

Uma vez que você começar a ser “visto” pelo que você é, e não para o que você vende, você não terá mais que obter clientes, eles virão até você!

“A Disney não é apenas mais um parque de diversões. É única, e eu quero que continue assim. Além disso, você não trabalha pelo dólar – você trabalha para criar e se divertir.” – Walt Disney

5. Dê as pessoas uma experiência que vai durar uma vida inteira:

Muitas pessoas com quem eu converso, não fazem nem idéia do que é o coaching… Eu recentemente entrei em contato com alguns dos meus colegas do ramo de marketing online para comunicar que eu não estaria mais trabalhando com marketing online, a menos que os meus clientes de coaching precisassem de orientação e consultoria, além do coaching, e uma resposta que eu recebi me fez pensar… Foi algo mais ou menos assim:

“Parabéns ao iniciar seu trabalho de coaching em tempo integral. Vamos bater um papo um dia destes, mas estou muito feliz com o meu trabalho e não penso em mudar de trabalho neste momento.”

Para esta pessoa, você contrata um coach especificamente quando quer mudar de carreira… Mas o Coaching é muito mais do que isso e como meu coach sempre diz… Não tem como apenas “explicar” o que é o coaching. Uma pessoa somente vai perceber o que o coaching é depois de ter “uma experiência”. E a maioria dos meus clientes ideais me dizem no final, uau, eu não tinha nem idéia de que isto era coaching!!!

Leve os seus clientes para um ‘test drive’ para mostrar-lhes como este passeio é mágico e capaz de levá-los a muitos lugares que ainda não foram descobertos ou sequer explorados… Entregue uma experiência bombástica no seu primeiro “Oi”.

Espero ter ajudado, continue brilhando!

Coach Cris.


Curtiu o artigo? Clique aqui para assinar e receber ‘O Jornal da Fênix’ com dicas gratuitas de auto-coaching, notificação de eventos e muito mais. Inicie a sua transformação hoje mesmo! 

Email: info@CrisRepoles.com
Facebook: http://www.facebook.com/crisrepolesbiz
LinkedIn: http://www.linkedin.com/in/crisrepoles
Send me a TXT / SMS: (424) 262-2458