[CLICK HERE TO READ IN ENGLISH]

Estou escrevendo esta nota hoje com o objetivo de esclarecer e espero que consiga mudar a maneira como alguns dos meus clientes e amigos pensam sobre si mesmos… Eu escuto um monte de afirmações limitantes tais como “Eu nasci assim“, ou “Eu sempre fui assim”, ou mesmo palavras muito duras, tais como “Eu sou estúpido e sempre fui assim…” Espero que depois de ler este artigo, você possa perceber que você tem total controle sobre a pessoa que você é hoje e pode se tornar a pessoa que você quiser ser a qualquer momento!!! Não gosta de si mesmo como você é? MUDE!

Eu comecei a formar a minha personalidade baseada no que eu aprendi com os meus primeiros mestres e professores, os meus pais… Eu também tive uma babá que me ensinou muito e me amou como sua própria filha. Estas foram as primeiras lições sobre a criação de quem eu me tornaria quando crescesse.

Mais tarde, eu aprendi sobre o que eu deveria / não deveria fazer para ser considerada uma “boa menina”. Eu também aprendi sobre as coisas nas quais eu era boa e as que eu “supostamente” não era tão boa. Como uma criança espelhando e aprendendo, eu tomei essas lições como se fossem as minhas verdades definitivas e o que eu aprendi naquela época, eu trouxe comigo quando eu cresci.

Permita-me mencionar que eu não estou culpando ninguém pela pessoa na qual eu era antes de me tornar a pessoa que eu sou hoje; estou apenas trazendo um ponto de vista para mostrar como os nossos sistemas de crença são criados e enraizados em nosso cérebro como se fossem a verdade suprema e absoluta. Apenas para registrar, eu entendo que os pais dão o melhor que sabem para criar os seus filhos, com as melhores intenções possíveis. Os professores ensinam o melhor que podem também, e por ai vai… Nada pessoal.

Quando eu cresci, eu comecei a aprender mais com os outros, e as lições da mamãe e do papai foram atualizadas com a minha nova versão fora do casulo. Eu fui então exposta a professores na escola que também me ensinaram mais sobre o que eu era boa e o que eu não era boa. Fiz novos amigos que me admiraram por ser de uma determinada maneira enquanto outros me odiaram pelas mesmas razões… Foi um pouco confuso adicionar esses novos conceitos ao que eu já tinha criado de mim mesma.

Em diferentes fases da vida, o repertório sobre o que eu aprendi ser a verdade sobre mim continuou crescendo. Então eu aprendi um pouco mais e acrescentei ainda mais “bagagem” ao que eu “pensei” que eu poderia ou não poderia fazer e ao que era capaz ou não de fazer.

Você vê, da mesma forma em que eu aprendi o que eu podia e não podia fazer a partir do ponto de vista dos meus observadores, eu também aprendi a me sentir empoderada ao trabalhar com terapeutas, mentores, coaches, após ler uma tonelada de livros de auto-ajuda e fazer muitos cursos. Foi ai que comecei a aprender que eu poderia me tornar quem eu queria mesmo ser, se eu realmente quisesse

Comecei a minha jornada de auto-descoberta, quando me mudei do Brasil para os EUA, onde a vida se tornou o meu professor e eu me tornei o meu observador final… Eu comecei a ver, sentir e ouvir a pessoa que eu realmente era, e pela primeira vez, eu comecei a me aceitar e a me amar… Eu fui exposta aos mais variados tipos de aprendizados e eu me abri para construir a Cris que eu sabia ter nascido para ser, do jeito que eu queria que eu fosse.

Tudo o que eu realmente desejo para você agora é que você entenda que a maioria das limitações que você tem são auto-impostas e com base em velhas crenças baseadas no que você aprendeu sobre si mesmo. São histórias criadas, elas NÃO são a verdade!!!

Existem tantas maneiras de crescer e se reinventar… Tudo que você precisa fazer é aceitar que vai ter que pegar algumas estradas menos viajadas para poder aprender, estar aberto, ser flexível, curioso e se amar verdadeiramente. Você precisa do seu próprio apoio para construir esta nova espinha dorsal, e se você for muito duro consigo mesmo você não vai conseguir. Sinta compaixão por si mesmo da mesma maneira que você sente por uma criança aprendendo a dar os seus primeiros passos. Leia, faça cursos, trabalhe com um Coach, esteja sempre com a mente aberta para poder cair e se levantar mais forte, e sempre reconheça e respeite o seu desejo de seguir adiante.

Depois que você dominar a arte de tornar-se quem você deseja ser, o mundo se tornará a sua ostra. Tenha em mente que este crescimento é constante e para chegar lá, você precisar estar disposto a entender que você nunca vai chegar lá. Sempre existirá algo mais, algo ainda maior para aprender e ajudá-lo a crescer, pois o crescimento trás consigo o maior presente de todos: a oportunidade de poder compartilhar e contribuir!

“Quanto mais eu aprendo, mais eu percebo o quanto eu não sei.” – Albert Einstein

Receba, falhe, cresça e contribua. O calor em seu coração e tudo o que você conseguir conquistar vai fazer você se sentir e ser visto como um sucesso que surgiu da noite para o dia. Sucesso é ver o quão rico você se sente no seu interior. Sucesso é sorrir quando você pensar no que os outros vão dizer sobre você no futuro… O sucesso não está no permitir que o ego assuma o controle e pare o seu crescimento!

E quando você quiser explorar mais os seus potenciais interiores, e a sua verdadeira grandeza, vá em frente e marque a sua sessão experimental. Quando é AGORA um bom momento para começar?

Faça o extraordinário acontecer!

Coach Cris.


Curtiu o artigo? Clique aqui para assinar e receber ‘O Jornal da Fênix’ com dicas gratuitas de auto-coaching, notificação de eventos e muito mais. Inicie a sua transformação hoje mesmo! 

Email: info@CrisRepoles.com
Facebook: http://www.facebook.com/crisrepolesbiz
LinkedIn: http://www.linkedin.com/in/crisrepoles
Send me a TXT / SMS: (424) 262-2458