[CLICK HERE TO READ IN ENGLISH]

A beleza e a maldição do caminho de auto-desenvolvimento que eu escolhi trilhar é que não existe caminho de volta.

Depois que você aprende e segue adiante, não há maneira alguma de ‘des-aprender‘, ‘desver’, e ‘des-experienciar’.

A maldição para alguns e a maldição que eu carregava há algum tempo comigo mesma, se encontra no fato de se olhar para trás e perceber o quanto as outras pessoas ainda têm que trilhar para se transformarem e caminharem os seus caminhos, o que pode vir a causar uma sensação de não mais pertencer, como se os velhos amigos não mais ‘coubessem’ no nosso ‘novo estilo de vida.

“Até mesmo um bilhão de pessoas é muito. Não existe caminho de volta a simplicidade que uma vez conhecemos, mas pode haver um caminho adiante para a simplicidade que conhecíamos.

– Terrence McKenna

Eu já passei por isso, e hoje, eu entendo melhor… Eu compreendo que nem todo mundo está aonde eu estou, e que eu não estou nem perto de estar aonde alguns já estão… Eu entendo que, no final… Eu nunca vou chegar ‘lá’, e que é isto o que torna a minha jornada tão maravilhosa!

Eu entendo que, tendo compaixão e compreensão sobre o fato de que todo mundo tem seu próprio ritmo, é a minha melhor maneira de ver esta situação, enquanto eu trago a minha compreensão e o meu amor, criando um espaço seguro para que outras pessoas possam continuar e aprender o que elas precisam aprender e não necessariamente é o que ‘eu’ quero que elas aprendam…

Eu entendo que, o que pode ter me incomodado no passado, quando vejo os que ‘deixei para trás’ era, na verdade, um reflexo de quem eu uma vez fui…

Uma vez, eu fiz um exercício de hipnose durante o meu treinamento profissionalizante, no qual eu queria obter uma ordem de restrição para manter a minha criança interior longe, muito, mas muito longe de mim… Hoje eu troquei esse sentimento pela a valorização de que eu me tornei quem sou PORQUE eu fui uma vez a pessoa que fui no meu passado.

“Nunca é tarde demais para ser o que você poderia ter sido.” – George Eliot

Tenha paciência consigo mesmo, seja gentil… O que te incomoda nos outros pode ser apenas um reflexo do que você uma vez foi ou vê em si mesmo.

Agradecida pelos meus aprendizados contínuos e descobertas diárias

Faça o extraordinário acontecer!

Coach Cris.


Curtiu o artigo? Clique aqui para assinar e receber ‘O Jornal da Fênix’ com dicas gratuitas de auto-coaching, notificação de eventos e muito mais. Inicie a sua transformação hoje mesmo! 

Email: info@CrisRepoles.com
Facebook: http://www.facebook.com/crisrepolesbiz
LinkedIn: http://www.linkedin.com/in/crisrepoles
Send me a TXT / SMS: (424) 262-2458